Mãos caídas,
Pensamentos contados,
Corpos abandonados
Por gestos abortados
Pelo medo do Vazio.
Entre as cinzas de tudo,
Palavras.
Não para ti;
O que sobra de ti
Não entende palavras.
Para o nada, apenas;
Para o nada.
Palavras para nada,
Tudo o que me resta.
Palavras de nada,
Tudo o que resta de mim.

Anúncios